Personagens – Gestos

Os movimentos que você faz na mesa podem ajudar você a se comunicar, e também podem ajudá-lo a incrementar seu personagem.

Muitos jogadores ignoram o fato de que não só sua voz é escutada como a de seu personagem, mas suas feições e gestos. Por isso aproveite-se de mais uma dica visual para criar uma experiência diferente.

Vamos dividir os gestos em categorias:

  • Gestos de mão
  • Gestos de pé e perna
  • Gestos de tronco e
  • Gestos de cabeçaaustin_powers_mike_myers_as_dr_evil2

babicka_gestosGestos de mão podem ser pequenos movimentos que você faz enquanto fala, pode ser a quantidade de gestos que usa para se expressar ou o uso de um gesto específico que caracterize a personalidade. Quem poderia esquecer do dedo mindinho do Dr. Evil? Das mãos dancantes de Travolta, do estalar de dedos dos lutadores de rua, do esfregar de areia na mão do Maximus?

705901927_a5ff866d28As mãos são forte simbolo de expressão mesmo para os que não são mudos. Para definir um gesto ou conjunto dele, você deve pensar no simbolismo do gesto, a idéia que você quer passar. Podem ser mãos inquietas de alguem nervoso, ou mãos falantes de um italiano que não sente que suas palavras são o suficiente, mãos delicadas e ágeis de um mágico batendo uma carteira ou mesmo mãos-atadas de um impulsivo tentando se restringir ‘amarrando suas mãos’ imaginariamente.

Pés e pernas podem assim como as mãos expressar muitos elementos. Mas para não confundí-los vamos lembrar do simbolismo básico de cada parte do corpo:

  • Mão são os intrumentos de manipulação e contato com os outros
  • Pernas são o ponto de contato com o chão com a realidade
  • Tronco indica movimentos mais internos e mais diluidos, mais genéricos
  • Cabeça indica uma forma específica de encarar o mundo

Como as pernas são referencia para o contato com a realidade, podemos pensar em pernas firmes e fixas quando a pessoa tiver mais firmeza no seu contato, pernas inquietas quando se trata de alguém angustiado, enfraquecidas quando se trata de alguém deprimido e assim por diante. Lembre-se de diferenciar como o tronco e as pernas agem, já que as pernas serão formas mais enfáticas e referentes ao momento enquanto o tronco vai ‘falar’ da postura em relação a vida, e por isso algo mais discreto e mais permanente.

Por exemplo: Um homem ansioso com o sequesdtro de sua mulher, ou de uma espada mágica (aqui damos atenção para todas as aventuras) vai estar (talvez) com as pernas inquietas, batendo o pé no chão, andando de um lado para o outro. Enquanto isso seu tronco mostrará qual o estado de espirito com que aquele homem lida com a vida, pode ser curvado para alguem inseguro e medroso, ou reto para alguém firme e corajoso.

Por último sua cabeça, o interessante da cabeça é que ela passa uma mensagem forte mas é muito menos percebida pelos outros. Com uma perna inquieta os outros podem sentir o que você quer passar mas ao mesmo tempo eles vão pensar ‘fulano tá interpretando com a perna também’, mas a 1234104451_08d4dd6101cabeça não é reconhecida facilmente como interpretação. Da mesma forma você tem em geral mais dificuldade de controlá-la, por isso eu aconselho que você treine na frente de um espelho.

Pense na sua cabeça como seu assessor de imprensa, o que resume você, se você a afasta quer dizer que você não quer contato direto, se a joga para frente, quer dizer que você quer o quanto antes entrar em contato, pode ser por inquietação empolgação ou outra coisa. Se você a joga para o lado como um cachorro, quer dizer que você não entende as coisas da mesma forma que o resto e esta tentando mudar seu angulo de visão sobre o assunto. Se olha para os outros com a cabeça levemente virada para o lado, significa que você não quer mostrar tudo para eles, que prefere se aproximar com cautela.

Como leitura sobre o assunto recomendo O corpo fala, e qualquer livro do Stanislavsky.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*